Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Glam Magazine

Glam Magazine

1º Xmas Street Beer

Decorreu no passado fim de semana em Aveiro a 1º edição do Xmas Street Beer. O evento teve lugar entre os dias 18 e 20 de Dezembro no Mercado Manuel Firmino.

2fotografia.JPG(c) 2015 Paulo Homem de Melo

 

Esta primeira edição, co-organizada pela Cerveja Maldita, Aveiro Emotions e Quatro Marés contou com a presença de 12 marcas nacionais de cerveja artesanal estando disponíveis no recinto cerca de 60 estilos de cerveja, todas elas artesaneis.

3fotografia.JPG(c) 2015 Paulo Homem de Melo

 

Era igualmente possível encontrar um conjunto de marcas internacionais, degustar os mais variados sabores da cerveja ao som de Musica (de)organizada bem como participar em conversas informais cervejeiras. Um evento que contou com uma forte afluência de público tendo sido uma mais valia para a cidade de Aveiro na época natalícia.

7fotografia.JPG(c) 2015 Paulo Homem de Melo

 

O evento contou com a presença das seguintes marcas nacionais de cerveja artesanal:

- Maldita (Aveiro)

- Mediaevalis (Aveiro)

- Rapada (Oliveira do Hospital)

- Pedro Sousa (Trofa)

- Burguesa (Gaia)

- Opo74 (Porto)

- Passarola (Lisboa)

- Letra (Vila Verde)

- Gíria (Mirandela)

- Bolina (Azambuja)

- Rolls Beer (Pombal)

- Vadia (Vale de Cambra)

1fotografia.JPG(c) 2015 Paulo Homem de Melo

 

Era ainda possível encontrar as cervejas Mean Sardine (Ericeira), Amphora (Braga), Dois Corvos (Lisboa) e Oitava Colina (Lisboa), além de uma seleção internacional.

Passagem de Ano em Lisboa ao som dos Trovante

A passagem de ano no Terreiro do Paço em Lisboa vai ser ao som dos Trovante. A banda de Luis Represas e João Gil sobem ao palco no Terreiro do Paço pelas 22 horas no concerto especial que a banda preparou para o fim de ano.

18753459_PL9I1.jpeg

(c) 2015 Jorge Carmona

 

Pelas 24 horas o tradicional fogo de artificio com vista para o Rio Tejo e já no ano novo é a vez de Richie Campbell animar a noite de Lisboa a partir das 00.20h.

No dia 1 de Janeiro pelas 18.15h será a vez do fado marcar presença no Terreiro do Paço em Lisboa. Carminho convida António Zambujo para um concerto único preparado para o inicio do ano de 2016. Os D.A.M.A. são os convidados para a noite de 2 de Janeiro no Terreiro do Paço. A noite de sábado termina ao som dos DJ’s DJay Rich & António Mendes e dos Firebeatz

Top 10 Singles (UK)… 25 Dezembro 2015

Top 10 Singles da Inglaterra, compilado semanalmente pela Official Charts Company com base nas vendas de cd’s, vinil, digital e streamimg

Semana de 25 de Dezembro a 31 de Dezembro 2015

nhs.jpg

 

1. Lewisham & Greenwich NHS Choir / "A bridge over you" (emubands)

2.Justin Bieber / “Love Yourself” (def jam)

 

3.Justin Bieber / “Sorry” (def jam)

4. Adele / “Hello” (xl recordings)

5. Justin Bieber / “What do you mean” (def jam)

6. Grace feat. G-Eazy / “You don’t own me” (rca)

7. Sigala feat. Bryn Christopher / “Sweet Lovin’” (ministry of sound)

8. One Direction / "History" (Syco Music)

9. Stormzy / "Shut up" (Stormzy)

10. Coldplay / “Adventure of lifetime” (parlophone)

 

 

 

Dead Combo levam as crianças à Cidade da Tristeza Profunda

Para além do concerto com as Cordas da Má Fama, nos dias 8 e 9 de janeiro, às 15h00 e às 11h00 respetivamente, os Dead Combo levam a Guimarães um delicioso espetáculo para os mais novos. “A Cidade da Tristeza Profunda” mistura música e teatro para abordar o poder da música. O Pequeno Auditório do CCVF é o local de embarque para esta viagem onde só entram os mais pequenos. Na bagagem, apenas cabe a imaginação.

A Cidade da Tristeza Profunda” é um espetáculo de sombras no qual músicos, marionetas, paisagens e objetos se encontram num imaginário sem palavras, cheio de notas musicais. A partir de duas personagens, Gato-pingado e Escanzelado (Dead Combo), entramos numa viagem ao centro dos corações, onde a alegria ainda não floresceu. Cheio de quadros e de metáforas, este conto aproxima-nos de um universo em que a música é a matéria primordial para que o sorriso tenha a qualidade da felicidade.

Dead Combo_A Cidade da Tristeza Profunda.jpgComo os próprios explicam é “a história de uma princesa que, por ter perdido o seu amor, inundou de tristeza toda a sua cidade e então ficou a cidade da tristeza profunda e depois surgem estes dois personagens para, através da música, trazer de volta a alegria, a cor.”.

“Como em tudo na vida há o medo, há o escuro, há a surpresa, há o lado cómico da vida também, que acho que os Dead Combo também têm, e há o lado que todos os dias vemos nas televisões e nas ruas. Acho que transportamos tudo para aqui…é um retrato da vida.”. Tó Trips e Pedro Gonçalves sublinham a inteligência e a sensibilidade das crianças para interpretarem um espetáculo destes. Porque na vida cabe tudo.

Conceção: Pedro Gonçalves, Tó Trips, Ainhoa Vidal, Nuno Salsinha, Carla Martinez e Hélder Nelson

Música: Dead Combo

Interpretação: Ainhoa Vidal

 

Centro Cultural Vila Flor (Guimarães)

8 e 9 de Janeiro 2016 | 15.00h (8/1) 11.00h (9/1)

Dead Combo e as Cordas da Má Fama vagueiam por Guimarães a 9 de Janeiro

O Centro Cultural Vila Flor, em Guimarães, será o primeiro palco do norte do país a receber o mais recente projeto dos Dead Combo. O concerto está agendado para o próximo dia 9 de janeiro, às 22h00. Desta vez, Tó Trips e Pedro Gonçalves trazem a Guimarães um novo espetáculo, para o qual chamaram as “Cordas da Má Fama”. Ao duo juntam-se, assim, mais três músicos que prometem um concerto inesquecível.

Dead Combo e as Cordas da M+í Fama.jpgNeste espetáculo, os Dead Combo juntam-se a um naipe de cordas composto por Carlos Tony Gomes (violoncelo), Bruno Silva (viola de arco) e Denys Stetsenko (violino), produzindo um espetáculo inteiramente novo, que musicalmente vai desconstruir e despir completamente as músicas dos Dead Combo para um formato acústico, onde o trio de cordas assume um papel especial e por vezes surpreendente. Do ponto de vista cénico, este espetáculo constituirá, também, mais um momento marcante no percurso dos Dead Combo. Com este projeto, os Dead Combo, que contam já uma carreira notável, dão uma nova roupagem ao seu já vasto e imaculado repertório. Os artistas que agora se juntam a Tó Trips e Pedro Gonçalves carregam violoncelo, viola de arco e violino, e saem do conforto das pautas do universo mais clássico para serem desafiados a contar histórias. Porque os Dead Combo são contadores de histórias. Cada acorde pinta uma paisagem, cada música é uma narrativa e o público deixa-se levar, em viagem, como quem percorre todos os sentidos para abrir os olhos perante uma tela que aqui é palco.

Tudo nos Dead Combo transpira viagem, sente-se a boémia e vislumbra-se o nevoeiro na viela no fim da noite, nas horas vadias. Como quem sai da tasca mais recôndita e procura o seu norte. É assim a música dos Dead Combo, carnal até às entranhas, e para esta aventura encontraram os parceiros perfeitos. Neste espetáculo, o público é convidado a juntar-se ao agora quinteto de vadios para um concerto único, que encena uma tasca em palco. Com este projeto, as músicas dos Dead Combo renascem sem perder a essência, cada acorde continua impregnado de histórias e assim vamos todos pela noite dentro, seguindo o guião e fazendo parte dele.

 

Centro Cultural Vila Flor (Guimarães)

9 de Janeiro 2016

José Cid… Voz & Piano

Após um ano pleno de animados concertos e lotações esgotadas, José Cid regressa com a tour “Voz & Piano”, um novo conceito na carreira de um dos maiores artistas nacionais que promete valorizar a proximidade com o seu querido público. Falar de José Cid é falar de um dos maiores talentos jamais revelados pela música portuguesa. Em qualquer parte do mundo, raríssimos são os artistas que conseguem estar no topo durante 40 anos, ele encontra-se neste grupo restrito por mérito próprio. Há muito reconhecido e retratado em largas dezenas de inesquecíveis e inspiradas canções, que vão do étnico, ao fado, ao pop, ao rock, ao popular e até ao jazz. Esta versatilidade garantiu a José Cid um lugar muito especial no coração do público.

GLAM - José Cid (1).jpg(C) 2014 Paulo Homem de Melo

 

A vertente intimista do espectáculo e animação característica do artista envolverão os fãs num momento único, existindo tempo para contacto directo com o artista.

José Cid é autor/compositor e intérprete de alguns dos maiores êxitos da música nacional. "A Rosa Que Te Dei", "Na Cabana Junto à Praia", "20 Anos", "Ontem, Hoje e Amanhã", "Cai Neve em Nova Iorque", "A Minha Música" e os mais recentes "Mais um Dia" e "Louco Amor" são apenas alguns dos temas que o público vai poder ouvir e cantar em uníssono com o cantor.

José Cid, ontem, hoje e sempre...

 

Cineteatro Municipal D. João V (Amadora)

9 de Janeiro 2016 | 21.30h

Prémios Egas 2015 premeiam o cinema de Avanca

Na noite de terça-feira dia 29 de dezembro, 14 cineastas portugueses vão ser distinguidos com os Prémios EGAS 2015 Cinema. Numa organização do Cine-Clube de Avanca, cineastas que em 2014 viram os seus filmes na seleção oficial de mais de cinco festivais internacionais de cinema que decorreram no estrangeiro, são agora distinguidos nesta primeira edição. Este é um prémio que procura recordar, assinalar e distinguir os que, envolvendo a região, foram capazes de ter um sinal “mais” na produção cinematográfica local.  A primeira edição dos Prémios EGAS 2015 irá decorrer no Auditório da Junta de Freguesia de Avanca, Concelho de Estarreja. Os cineastas distinguidos são Artur Correia, Bernardo Cabral, Carlos Silva, Cláudio Sá, Helena Caspurro, João Costa, José Miguel Moreira, Luís Diogo, Luís Oliveira Santos, Marco Miranda, Maria Raquel Atalaia, Nuno Fragata, Patrícia Figueiredo e Pedro Carvalho de Almeida.

egas.jpgDe entre todos, um destaque especial para o decano do cinema de animação português Artur Correia, cujo último filme “A Nau Catrineta” foi objeto de variadíssimas exibições. Nascido em 1932, Artur Correia foi o primeiro cineasta português premiado em Annecy, considerado como o maior evento do cinema de animação mundial. Também com cinema de animação, cineastas como Claúdio Sá e o seu filme “Lágrimas de um palhaço”, Carlos Silva, Helena Caspurro e Pedro Carvalho de Almeida com “Navegar” e “Palui”, Maria Raquel Atalaia com “A minha casinha”, Nuno Fragata com “” e Patrícia Figueiredo com “Foi o fio”, viram os seus filmes nomeados em competições de todo o mundo. Luís Diogo com “Pecado fatal” foi o filme português de longa-metragem de ficção mais premiado no estrangeiro na história do cinema português em 2014, integrando a lista do TOP 10 do cinema lusófono.

 

Na ficção, serão ainda distinguidos os cineastas Bernardo Cabral autor de “50 pesos argentinos”, João Costa com “X & Y”, José Miguel Moreira com “Falha do sistema” e Marco Miranda com “Prescrição”. No documentário, Luís Oliveira Santos será distinguido pela sua obra “A luz da terra antiga”.

 

Procurando pontos de convergência entre culturas, geografias e a região, no Cine-Clube de Avanca o cinema tem sido o mote para aproximar e concretizar projetos, explorações das artes e confrontar visões humanistas sem fronteiras. Na demanda da abrangência, a sua atividade estende-se pelo país mas mantém no Concelho de Estarreja o seu nódulo concretizador. Entre os que aqui trabalham, participam, projetam, coordenam, produzem, divulgam, constituiu-se um espaço crítico a que os Prémios EGAS 2015 Cinema procuram dar visibilidade aos melhores momentos que 2014 nos deixou.

 

Os Prémios EGAS tomam como patrono o nome da maior figura de Avanca e Prémio Nobel, Prof. Doutor Egas Moniz, na senda do que foi, como empreendedor e criador.

Os The Black Mamba em Acústico...

Conhecidos pela grande energia das suas actuações, The Black Mamba apresentam agora o seu segundo álbum “Dirty Little Brother” numa série de concertos acústicos.

Um formato pouco habitual para a banda de Pedro Tatanka e Miguel Casais, mas em que não irão faltar os êxitos que têm marcado a sua carreira, como “I’ll Meet You There”, “It Ain’t You” ou o mais recente “Wonder Why”.

BM.jpgA banda sobe ao palco com convidados especiais nos concertos acústicos do Porto e de Sintra. Na Casa da Música, a banda contará com Miguel Araújo, Marlon (Os Azeitonas), Diana Martinez (Diana Martinez & The Crib) e Skyler Jett, e no CC Olga Cadaval, com Boss AC, Aurea e David Pessoa.

 

20 Janeiro 2016 – Casa da Música (Porto)

20 Fevereiro 2016 – CAE (Portalegre)

26 Fevereiro 2016 – Teatro Académico Gil Vicente (Coimbra)

26 Março 2016 – CC Olga Cadaval (Sintra)