Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Glam Magazine

Glam Magazine

“Eye of the Beholder” é o EP de estreia dos Okkutist

Os Okkutist são uma banda death metal surgida em 2016, em Cascais, com a carismática Beatriz Mariano na voz e membros de projectos como os Toxikull, Booze Abuzer, Old Fucking God e Sicksouls entre outros.

IMG_0895-1024x1024

O ano de 2017 é agora marcado pelo lançamento do EP de estreia “Eye of the Beholder”. Este EP tem sido apresentados em alguns dos eventos mais emblemáticos do metal nacional, tais como Vagos Metal Fest warm up com Entombed AD e Festival HELL IN SINTRA

A banda prepara mais uma série de concertos:

 

8 Dezembro 2017 - Butchery At Chritmas Time (Covilhã)

9 Dezembro 2017 - BURN Fest / Stairway Club (Cascais)

20 Janeiro 2018 - XXXapada na tromba (Lisboa)

Her Name Was Fire lançam o álbum "Road Antics" em Vinil

Depois do lançamento em Janeiro de 2017 pela Blitz Records, os Her Name Was Fire lançam agora o mesmo em Vinil e prometem conquistar a Europa com o seu Rock, isto tudo acompanhado também por um video para o novo Single retirado de "Road Antics", “Wrong”, que irá ser lançado dia 29 de Novembro.

cfd6e9f7-8b3c-4447-a3fc-ef51995109a2

O Video é ilustrado e criado pelo vocalista da banda João Campos. O concerto do lançamento do Vinil está marcado para dia 2 de Dezembro no Popular Alvalade em Lisboa.

Os fãs da banda que adquirirem esta edição limitada poderão candidatar-se a ganhar uma entrada num concerto exclusivo e intimista em Lisboa, numa data e local a serem anunciados aos vencedores por sms. O Vinil encontra-se à venda na Loja Online da banda ou então em concertos.

Da Chick apresenta novo single “Ride My Pussy (Wagon)” e convidados para dia 8 de Dezembro

Será já no dia 8 de Dezembro que Teresa Sousa AKA Da Chick fará um espetáculo especial e inédito no Lux, em Lisboa. Para tornar as coisas ainda mais apetecíveis, a artista apresentou agora o seu novo single "Ride My Pussy (Wagon)" e anuncia os convidados especiais que entrarão consigo em palco nessa noite: João Gomes (Orelha Negra), Fresh Fred (HMB), Tamin e Silk (Cais do Sodré Funk Connection) e Tatanka.

837eff26-6b0d-4edf-a7e5-23389d9b14ce

Ride My Pussy (Wagon)” é o segundo tema do EP “Call Me Foxy” de Da Chick, co-produzido com o francês Saintard e lançado em Junho deste ano pela Discotexas. É a música mais provocadora do EP, e talvez de todo o reportório de Da Chick, e por isso mereceu um vídeo à altura e até um pouco ousado, como sempre nos tem habituado. Não nos podemos deixar enganar quando Wagon está entre parênteses no nome da música, afinal esta é sobre o seu carro, sobre a sua tão amada Pussy Wagon. Para tornar o seu imaginário real, Da Chick recrutou David Tutti dos Reis. “My Pussy, the Icon” - o carro - está no centro dos acontecimentos, quer seja dentro, fora, ou à volta. Clássico mas não de origem, textura suave no capô e decibéis nas jantes, Da Chick assume o comando desta Pussy musculosa.

É este “Ride My Pussy (Wagon)”, todos os outros grandes sucessos da carreira de Da Chick e convidados de Luxo a seu lado, que poderemos ver no próximo dia 8 de dezembro, no Lux

Best Youth em concerto Imersivo

Os Best Youth (Catarina Salinas e Ed Rocha) apresentam-se pela primeira vez ao vivo em Espinho, com um concerto inédito no Planetário, marcando o primeiro dia do IFF - Festival de Cinema Imersivo, 1 de Dezembro.

23561365_1749886908377051_8716237898825168_n

O álbum “Highway Moon” e outros êxitos da banda ganham uma nova vida, graças à projeção imersiva a 360º, rodeando o espectador com imagem e som. A criação visual fica a cargo de Ivo Teixeira e Rodrigo Carvalho (artistas visuais e co-fundadores e membros do estúdio creativo openfield-creativelab).

Jorge Palma lança “SÓ ao vivo” a 1 de Dezembro

No próximo dia 1 de Dezembro é editado o álbum “SÓ ao Vivo” de Jorge Palma. Gravado em 2016 nos concertos de comemoração dos 25 anos do álbum “” - no qual encontramos muitos dos seus temas mais emblemáticos, como  “Bairro do Amor”, “Frágil”, “Deixa-me Rir”, “Estrela do Mar”, entre outros - “Só ao vivo” inclui, além do CD, um DVD com temas ao vivo e apontamento documental.

Capa_booklet_JP

O CD inclui os temas da edição original de “” -  à excepção de “Jeremias o fora da lei” -  a que se juntam “O lado errado da noite”, “Passos em volta” e uma versão de “Avec le temps” de Leo Ferré. O DVD apresenta 7 temas gravados nos referidos espectáculos, em que além de repertório de Jorge Palma encontramos as versões de “Avec le temps” e “Bird on the wire”, esta última de Leonard Cohen.

 

A propósito de “SÓ ao vivo” escreve Jorge Palma no booklet da edição:

“Acontece que no ano passado (2016), a propósito do 25º aniversário da edição de ‘Só’, disco de voz e piano gravado em estúdio como se fosse num recital sem audiência (cada canção interpretada do princípio ao fim, sem interrupções, colagens ou ‘over-dubs’), disco esse que tem vindo a merecer cada vez mais o apreço do público, surgiu a ideia de se realizar uma série de 6 concertos com base no mesmo conceito: um grand piano e eu, executando os temas de ‘Só’ e, já agora, muitos outros, desta vez em palco e para vastas audiências. O projecto resultou em pleno, foram noites intensas – duas no CCB (Lisboa), duas na Casa da Música (Porto), uma no Convento São Francisco (Coimbra) e a última no Teatro das Figuras (Faro) – e a todo o processo, desde o planeamento, organização e execução até à qualidade e minúcia do trabalho de conceição e projecção vídeo e captação de som e imagem, sem esquecer o entusiasmo do público, seguiu-se uma rigorosa fase de pós-produção, criação e execução de capa e interiores, enfim, tudo pensado e levado a cabo para que o objecto final – CD e DVD (com canções e alguns extras) – agora à vossa disposição, seja um motivo de interesse e satisfação para todos nós.”

 

No formato físico disponível apenas em digipack, “SÓ ao vivo” mais que um registo é um documento de um dos mais brilhantes artistas da música portuguesa, editado no ano em que se assinalam os seus 45 anos de carreira.

De volta aos concertos em Portugal… Aline Frazão ao vivo esta sexta-feira em Águeda

A cantora e compositora angolana Aline Frazão apresenta-se esta sexta-feira, 24 de Novembro, no novo CAA – Centro de Artes de Águeda, num espectáculo a solo que conta com a participação especial do pianista Marco Pombinho.

DSC_0015 (Cópia).jpg

photo: Paulo Homem de Melo

 

Depois dos espectáculos, em Outubro, na América do Sul e Europa Central, Aline Frazão regressa ao nosso país num formato intimista, que evidencia as subtilezas melódicas da sua música e a força dos poemas que canta: voz, guitarra acústica e eléctrica, e o instrumento tradicional kissange. 

 

Aline Frazão está também a trabalhar no seu 4º álbum de originais, que será gravado no Brasil e tem edição prevista para 2018, ao mesmo tempo que tem estado a acompanhar as gravações do tema que compôs para o Festival da Canção 2018, no qual irá participar a convite da RTP

O Rock chega ao Paraíso em Dezembro…

No próximo dia 16 de Dezembro, Lisboa assiste a um concerto único. O Rock chega à cidade. De Espanha chegam os Fônal: banda electro-rock, indie electronic y dream pop, formada por Inma González, Rubio Salas e Alfonso Búrdalo.

FÔNAL + MOCHO.jpg

Galardoados em Espanha com o prémio Pop Eye, os Fônal fazem a sua estreia em território nacional num concerto exclusivo no Paraíso : Paradise Garage.

 

Aliam-se à festa os Mocho, o sexteto Português que voa num ambiente único envolvido com a língua de Camões. Ricardo Britan, Pedro Faria, Elisabete Silva, André Alves, João Pessoa e André Alves de Sousa são os elementos que dão vida ao Mocho e trazem a Lisboa o seu novo álbum “II”.

“Museu da Existência” arranca amanhã na Fábrica das Ideias da Gafanha da Nazaré

Durante dois dias, o “Senhor Melo” (Ricardo Vaz Trindade), visitou 4 casas na Gafanha da Nazaré. A Dona Adelaide, a Joana, o Senhor Fernando, a Dona São e o Senhor Adelino receberam-no a ele e à equipa da Amarelo Silvestre, que criou o “Museu da Existência”, contaram-lhes histórias de há mais de sessenta anos e de ontem e, para ilustrá-las, cederam objetos que são marcantes nas suas vidas. O resultado pode ser visto entre amanhã e sábado na Fábrica das Ideias da Gafanha da Nazaré.

IMG_8552

Invadir as vidas das pessoas para lhes reavivar as memórias, sobretudo as felizes: é o que acontece, há mais de dez cidades. O Museu da Existência é feito de gente, das suas memórias e das suas ambições. Inspirado na obra do prémio Nobel Orhan Pamuk, “O museu da inocência”, que existe, para além do livro, de facto, em Istambul, na Turquia, a associação Amarelo Silvestre resolveu construir um museu idêntico, feito de objetos que representem os momentos mais felizes, ou não, da vida dos que, em cada local, aceitam participar nesta narrativa.

 

O museu original reúne alguns objetos da história de amor, fictícia, de Kemal e Füsun; o Museu da Existência apresenta-nos o Senhor Melo, amigo íntimo de Kemal e uma espécie de porta-voz do seu legado, responsável por eternizar as memórias de quem aceita recebê-lo no seu quarto, sentado, até deitado, nas suas camas, para depois contar as suas histórias ao público. Na Gafanha da Nazaré, o Museu da Existência acontece entre amanhã e sábado, na Fábrica das Ideias. Além dos objetos dos participantes locais, o “Senhor Melo” conta outras histórias, como as do chapéu salva-vidas, do pão torrado que alimentou um amor clandestino, da aliança que acabou com a guerra ou a de uma boneca que não pode partir-se.

 

O ensaio geral é aberto aos participantes e ao público e acontece amanhã, na Fábrica das Ideias, às 21:30. A entrada é gratuita. Na sexta-feira, às 10:00 e às 14:00 as sessões são para as escolas e no sábado, os espetáculos finais são para o público em geral, às 16:00 e às 21:30.

João Granola estreia videoclip "A todos (os que deixei na mão)"

João Granola é o atual caminho musical de alguém que vê nas árvores a metáfora perfeita para a sobrevivência. A força das suas raízes complementa-se com a flexibilidade dos seus ramos, naquilo a que chamamos de resiliência. João Granola não é mais do que o ramo musical de uma vida atestada de ramos, assentes num tronco que se fez, quer e procura ser robusto.

a3811982859_10

Em João Granola a música é importante, mas é a palavra o ponto de partida. A palavra portuguesa, pois claro, uma vez que foi nela que começaram e acabaram todas as reflexões que transformaram ideias em 5 canções. Nelas, a pessoa é a primeira, a realidade a de terceiros.

"O convidado" é o primeiro EP de João Granola, alter ego de João Machado, músico que depois de integrar alguns projetos se lança pela primeira vez a solo.

Depois do primeiro single/videoclip do tema "Amigo Vaivém", João Granola revela agora o segundo single/videoclip, "A todos (os que deixei na mão)".

Rosemary Baby apresentam o novo single “Dangerous Imagination” ao vivo…

E porque é das coisas da vida e do coração, das alegrias e tristezas do quotiadino que vive a criatividade de Bruno Rosmaninho, continuamos a descobrir o último álbum dos seus Rosemary Baby.

Captura_de_ecra_2017-11-22__as_11_01_05

Depois da carreira de "I Can't Breathe", single que deu a conhecer “Timeless” em Março passado, “Dangerous Imagination” é o novo single que nos leva numa viagem pela inspiração dada por uma noitada que só parece trazer problemas sem solução.

No seu registo habitual, em que traduz o que lhe vai na alma através do cruzamento do rock n' roll, da folk e de uma delicodoce dreampop, os Rosemary Baby continuam a provar porque são mestres em fazer odes à beleza das pequenas coisas, tão pequenas que cabem todos os sentimentos.

 

Mas se a vida se faz muitas vezes de desencontros, é já amanhã, dia 23 de Novembro, pelas 23h, que o encontro fica marcado no palco do Sabotage Club. Os Rosemary Baby apresentam-se em concerto no Cais do Sodré, numa noite em que convidam Crossmoke.

 

Vagos Metal Fest 2018… Novas confirmações

Novas confirmações para o Vagos Metal Fest 2018.

Moonspell, Carach Angren, MasterPlan, Holocausto Canibal, Stonerust e Lost In Pain são os novos nomes agora divulgados.

23795068_1474070842714610_1174822914740256715_n

Moonspell… Quando a maior banda de metal nacional lança um novo trabalho , é para o Vagos Metal Fest quase uma obrigação fazer o convite, e assim foi, recebendoos novamente os grandes Moonspell com um concerto especial com foco no novo trabalho da banda "1755" ! Promete e muito este regresso...

Carach Angren - Os holandeses são uma das bandas do momento , com o seu metal sinfónico, que terá no palco do festival uma grandeza ainda maior.

Os MasterPlan são por muitos considerados uma das primeiras super bandas do power metal, formada por ex-membros de bandas como Helloween, Children Of Bodom e Ark , a banda alemã fará no Vagos Metal Fest 2018 um set especial!

Os Holocausto Canibal são uma instituição do grind/death nacional que farão parte desta grande festa do metal , e com certeza farão deste concerto um desfilar dos melhores temas da sua carreira.

Já com alguns aninhos de estrada , os hard rockers Stonerust estão preparados para mostrar toda a sua pujança em grandes palcos!

Lost In Pain, vindos do Luxemburgo , mas com raízes em Vagos, a banda que abre o 2º dia, tem dado cartas e tocado com grandes bandas no Luxemburgo ,chegou a vez de o fazerem por cá, no palco do Vagos Metal Fest !

 

Já anunciados : Cradle of Filth - Converge - Dragonforce - Ensiferum - Sinister - Gwydion - Bölzer - Serrabulho - Attic - In Vein - Blame Zeus - Invoke

Manel Cruz é o músico convidado da Orquestra Jazz de Matosinhos em 2018

Sempre à procura de novos desafios, a Orquestra Jazz de Matosinhos está a preparar as novidades para 2018 e uma delas será o concerto com Manel Cruz. Depois de Maria Rita, Dee Dee Bridgewater, Mayra Andrade, Manuela Azevedo e Sérgio Godinho, em 2018 o convidado da big band será o ex-vocalista dos Ornatos Violeta.

A estreia do espectáculo está marcada para dia 9 de Junho na Sala Suggia da Casa da Música.

ORCHRUZ_foto

Sobre o que será apresentado, Manel Cruz escreveu:

"Neste momento não faço a mínima ideia de qual vai ser o resultado desta parelha. Foi essa uma das coisas que me atraíram neste convite. Reduzir as canções ao essencial e oferecê-las a uma outra linguagem como sacrificando um animal a um qualquer deus da brincadeira. As músicas não valem nada sem quem as toca, são como peúgas vazias com olhos abotoados à espera de uma mão que as anime. Eu tenho umas dúzias delas que espero elásticas, e se o não forem, que rompam."

 

Recorde-se que a Orquestra Jazz de Matosinhos está a comemorar 20 anos de existência e foi recentemente galardoada com a Medalha de Mérito Cultural pelo Estado Português. Para 2018 são muitos os novos desafios, começando desde logo o ano com a inauguração da sua nova sede, o Edifício OJM - Espaço CARA (Centro de Alto Rendimento Artístico) na Real Vinícola em Matosinhos.

Os Kumpania Algazarra estão de volta ao Vodafone Mexefest

Os Kumpania Algazarra estão de volta ao Festival Vodafone Mexefest pelo segundo ano consecutivo. Em 2016 a banda esteve presente no festival e fez a festa das ruas da Avenida da Liberdade. Este ano a Algazarra está de volta para marcar presença no Festival nos dias 24 e 25 de Novembro.

28f3be53-fed3-4c51-8767-166cfa7df17b.jpg

Em 2017 os Kumpania Algazarra levaram a sua música a muitas cidades como Ovar, Alcoutim, Lisboa, Cinfães, Mogadouro, Vila de Rei, Águeda, Faro, Loures, Ponte da Barca, Lagoa, entre outras. A Banda apresentou ainda o seu espectáculo em Espanha no FEM (Fuerteventura); Íboga Summer Festival (Valência); Festival Tamborilê (Mezquita de Jarque); Festival Folk Celta el Magusto (Cáceres) e Festival Alamar (Almeria) e passou também pelo Festival Klub Balkanska (Berlim, DE); Ariano Folk Festival (Ariano Irpino, IT) e pelos Bains des Paquis (Genebra, CH). Foi um ano de muitas viagens, repleto de boas energias.

 

Em 2018 os Kumpania Algazarra têm já marcada presença no Festival Viña Rock, um dos maiores festivais de Espanha, tendo sido uma das primeiras bandas internacionais a serem anunciadas. No próximo ano a banda terá um novo álbum que contará com a participação de alguns músicos convidados. O primeiro single será conhecido muito em breve.

João Braga celebra 50 anos…

João Braga celebra 50 anos de um percurso ímpar no Fado com um concerto no Teatro São Luiz, dia 7 de Dezembro com o apoio do Museu do Fado.

joaobraga_50anos.jpg

Fadista e melodista, além de responsável pela primeira apresentação junto do grande público de muitas das grandes vozes do Fado da atualidade, João Braga comemora meio século a cantar Fado num concerto recheado de muitos fados.

Acompanhado por Pedro de Castro e Dinis Lavos nas guitarras portuguesas, Jaime Santos Jr. na viola de Fado e Francisco Gaspar na viola-baixo de Fado, o fadista apresentará temas de outrora mas também temas de agora, porque gravados recentemente para o seu próximo disco editado pela Valentim de Carvalho.

Vodafone Mexefest… Bilhetes esgotados

A dois dias do arranque de mais um Vodafone Mexefest, já esgotado, é bom relembrar as últimas novidades anunciadas no cartaz, bem como toda a informação útil para uma edição que se adivinha memorável.  Depois da participação especial como convidado de Gisela João no concerto de aquecimento do festival no passado sábado, Samuel Úria atuará agora em nome próprio no dia 24 na sala Manoel de Oliveira do Cinema São Jorge. Além de juntar Gisela João em palco, o autor de “Carga De Ombro” convida ainda Ana Bacalhau para um concerto que se esperava há muito no Vodafone Mexefest.

Image1

Outra novidade desta edição do Festival é a ligação entre o cinema e a música. No sábado, dia 25, o Vodafone Mexefest vai exibir o documentário “Charles Bradley: Soul of America”, numa homenagem ao músico que esteve confirmado para o Festival, mas que infelizmente não conseguiu marcar presença, tendo falecido em setembro sem ter tempo para realizar tudo o que gostaria. Vai ser exibido , na sala 3 do Cinema São Jorge, às 18h00, para quem tiver pulseira do festival, e até ao limite da lotação da sala.

 

Mas há sempre muito mais para descobrir no Vodafone Mexefest, pelo que se recomenda a preparação atempada, de modo a usufruir de tudo o que o Festival tem para oferecer.

 

Troca de bilhete por pulseira:

Dia 23 de novembro: 13h00 – 20h00

Dias 24 e 25 de novembro: 13h00 – 01h00

 

O bilhete é um passe único que tem obrigatoriamente de ser trocado por pulseira, pelo próprio, colocada apenas pela Organização, na bilheteira do Festival localizada no Coliseu dos Recreios, a partir do dia 23 de novembro. A pulseira dará acesso a todos os concertos em todas as salas, sempre de acordo com a lotação de cada uma. Ou seja, haverá sempre lugar para assistir a um concerto, mas, para assistir aos mais concorridos, será conveniente chegar cedo.

171115_VDFMXF17_POSTS_PROGRAMA_24NOV

Em 2 dias, são cerca de 60 os concertos que compõem o cartaz do Festival que faz a música mexer na cidade. É por isso importante a consulta atempada dos horários já disponíveis para download no site oficial

Unknown_1(3)

 

 

 

Festival Internacional de Curtas-Metragens de Tomar

A cidade templária recebe, de 24 e 25 de novembro, a segunda edição do Planos Film Fest – Festival Internacional de Curtas-Metragens de Tomar, com 21 filmes selecionados de entre mais de 400 candidaturas. Para além de Portugal, estarão em competição filmes de Espanha, França, Itália, Reino Unido, Holanda, Suécia, Geórgia, Estados Unidos da América, México, Argentina e Taiwan. O festival decorre no Cine-Teatro Paraíso e tem entrada gratuita.

cartaz Planos Film Fest.png

A atriz Sara Barros Leitão, vencedora do Prémio de Melhor Atriz na primeira edição do Planos Film Fest, pela curta “Marta”, marcará presença no festival, desta vez como jurada. Tiago Alves, radialista, jornalista, programador de cinema e apresentador do magazine Cinemax, na Antena 1 e na RTP 2, integra também o júri. O painel fica completo com Margarida Mateus, do Cineclube de Tomar, o realizador Flávio Ferreira, Cláudio Jordão e Nelson Martins, fundadores da produtora KotoStudios, e Pedro Caldeira e Paulo Graça, fundadores da produtora Tripé e organizadores do Planos.

 

De entre os filmes selecionados, a maioria terá a sua estreia nacional em Tomar. “Blind Fate”, do Reino Unido, e “Fragile”, de Taiwan, terão a sua estreia mundial no Planos Film Fest. A seleção de curtas, com géneros tão distintos que vão desde o drama à comédia, será dividida ao longo de três sessões competitivas durante os dois dias em que decorre o festival.

 

24 Novembro 2017

21h30

Convidado especial: Flávio Ferreira

– Pele de Cordeiro

– Norley y Norlen

 

1.ª sessão competitiva

– Ivan (Portugal)

– Bitchboy (Suécia)

– Blind Fate (Reino Unido)

– Penalty (Itália)

– Post-Mortem (Portugal)

 

25 Novembro 2017

10h30

Planinhos – Sessão Especial Infantil (Organização Cineclube de Tomar)

 

16h30

2.ª sessão competitiva

– Stella 1 (Itália)

– Record Kid (Argentina)

– Coerência (Portugal)

– Fragile (Taiwan)

– Half-Time (França)

 

(Intervalo de 15 min.)

 

– Laranja Amarelo (Portugal)

– Manhunt (Itália)

– Lube Job (E.U.A.)

– Night of Brass (Holanda)

– Maelstrøm (Espanha)

– 78.4 (Portugal)

 

21h30

Convidado especial: KotoStudios

– Conto do Vento

– Esperânsia

 

3.ª sessão competitiva

– Marasmo (Portugal)

– A Good Man (México)

– Noiva (Portugal)

– Buffet (Itália)

– 8 Minutes (Geórgia)

 

O Planos Film Fest é uma iniciativa da produtora Tripé em parceria com o Município de Tomar.

 

Montalvor… Novo single "Seven Witches" estreia hoje

"Seven Witches" é o segundo single a ser retirado daquele que será o álbum de estreia de Montalvor: "The Highway of Regret". O mesmo tem edição prevista para o primeiro trimestre de 2018.

Promo Photo.jpg

Montalvor estreou-se com o tema "I Didn't Hear The Bell" em Março de 2016,  na Antena 3, onde contou com as participações especiais de  Helena Andrade e Catarina Henriques das Anarchicks e de Fast Eddie Nelson.

"The Highway of Regret", o álbum de estreia do projecto a solo de Ricardo Montalvor, é um documento disco em forma de filme de cinema, onde o autor nos oferece a banda sonora e o argumento, convidando o ouvinte a ser o realizador.