Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Glam Magazine

Glam Magazine

All You Can Help - Um evento Pop-Up onde se junta a fome com a vontade de ajudar

Ajudar uma causa enquanto saboreamos os pratos mais típicos da Síria e Eritreia - parece uma boa ideia? Ainda bem… É assim que nasce o Marhaba Kitchen - All You Can Help. Um conjunto de jantares cozinhados por homens e mulheres da Síria e Eritreia com a orientação do Chef Nuno Bergonse, onde uma agência criativa promove a partilha de outras ideias para ajudar os refugiados no seu início de vida em Lisboa.

THE HOTEL_IMAGEM_MARHABA

O projecto Marhaba integra o projecto “É uma Vida” (criado pela associação CRESCER) no âmbito do Programa Municipal de Acolhimento de Refugiados na cidade de Lisboa.Trata-se de um serviço de catering onde as famílias de refugiados cozinham (com a orientação de Bergonse) com o intuito de se autonomizarem na nossa sociedade. The Hotel é uma agência criativa que conheceu a iniciativa e quis ajudar oferecendo o que tinha: um espaço para ativações de marca (The Hall) no Chiado e, acima de tudo, ideias. Mais ideias para facilitar a integração destas famílias.

 

O projecto conta ainda com o apoio dos vinhos Fiuza, do equipamento da EnaGrupo e decoração de mesas da Amor e Lima. Os jantares irão acontecer todas as Quintas, Sextas e Sábados, de 1 a 16 de Dezembro, a partir das 20h.

A rádio SBSR celebra o seu 1º aniversário…

Dia 29 de novembro, nos estúdios da rádio SBSR em Lisboa, entre as 9h manhã e as 21h, a rádio recebe as atuações de Madrepaz, Da Chick, Éme, Pop Dell'Arte e Tomara. Sempre em direto e com as portas da rádio abertas aos ouvintes e seguidores dos artistas que por lá vão passar. No dia seguinte, 30 de novembro, a rádio SBSR sai à rua no Porto, com concerto exclusivo de Duquesa, no espaço Era Uma Vez em Paris, aberto aos vencedores do passatempo em SBSR.FM. Após o concerto, os locutores da rádio SBSR escolhem discos para festejar 1 ano da rádio a dançar noite dentro.

header(4)

Passaram 12 meses apenas, um ano de vida de uma rádio que desde o primeiro minuto está com os olhos colocados no futuro da música. É uma rádio investida em desvendar o que de mais desafiante se faz a nível independente, alternativo e marginal, sem nunca esquecer os gigantes do passado onde os artistas atuais se apoiam para se revelarem ao mundo

 

Fruto da parceria entre o Super Bock Group e a Música no Coração, a rádio SBSR tem vincado, desde que se lançou, a missão sem fim à vista de trazer aos seus ouvintes as novidades internacionais e nacionais, mas sempre com um ouvido na memória da música alternativa, como fonte de maior inspiração, e até de possíveis direções para explicar o que se produz hoje. E esta missão só tem sido possível devido à incansável equipa, às pessoas que fazem a rádio, e não autómatos a tecer algoritmos para agradar a tudo e todos, projetando listas de música sem sentimento. A Super Bock Super Rock é feita todos os dias com paixão pela música e amor pela arte que é fazer rádio.

 

E é também por isso que desde o seu início, marcada desde logo por uma maratona de atuações ao vivo dos mais refrescantes nomes da música nacional, que a rádio SBSR se lançou a um desafio único, o de todas as semanas receber nos seus estúdios atuações em direto de inúmeros artistas portugueses (e não só), naquele que é já um dos maiores acervos de showcases de música independente em direto na rádio e pronto a descobrir apenas com um clique no site oficial da SBSR. É por tudo isto que a rádio SBSR tem de celebrar o primeiro ano de vida com a música que projeta a sua identidade.

 

29 novembro 2017 - Estúdios SBSR (Lisboa)

9h - Madrepaz

12h - Da Chick

14h - Éme

18h - Pop Dell'Arte

20h - Tomara

 

30 novembro - Era Uma Vez Em Paris (Porto)

22h - Concerto exclusivo de Duquesa (convites via passatempo na antena SBSR/ site SBSR.FM)

00h - 04 - DJ Set Equipa da rádio SBSR

 

Já saiu… "Disco" dos Máquina Del Amor

Após o lançamento do seu primeiro trabalho, em 2015, os Máquina del Amor voltam novamente às edições, com o lançamento de “Disco” na passada sexta feira, 24 de Novembro 2017, resultado de uma residência artística no gnration.

AUDIO_CARTONSLEEVE_12cm_ACS12001

Constituídos por Ronaldo Fonseca, Filipe Palas, José Figueiredo e Miguel Macieira, membros dos peixe : avião e dos smix smox smux, os Máquina del Amor fundem elementos de música rock e eletrónica, com a improvisação e a apropriação do ruído como recurso musical a ocupar lugares de destaque, no seu processo criativo.

O "Disco" está, para já, à venda no Sé La Vie, em Braga, e pode também ser ouvido através do Spotify.

 

Depois da apresentação no Festival para gente Sentada aqui ficam mais 2 datas dos primeiros concertos de apresentação:

29 de Dezembro 2017 - Maus Hábitos (Porto)

20 de Janeiro 2018 – Sabotage (Lisboa)

Mathilda apresenta… "Lost Between Self Expression and Self Destrucion"

Mafalda Costa é uma compositora, cantora e instrumentista portuguesa originária de Guimarães. Depois de pisar alguns dos melhores palcos do país, como o Festival Paredes de Coura e a Casa da Música, surge o alter ego musical Mathilda.

untitled11

Mafalda refugia-se neste termo, que não é mais do que uma variação do germânico Mahalta, de onde deriva o seu nome, para expor fragilidades, acompanhada ora por um ukulele, ora por uma guitarra eléctrica. Ao vivo, faz-se acompanhar por Diogo Alves Pinto, mais conhecido pela sua one-man band Gobi Bear, que desenvolve arranjos com percussões e guitarra.

Em Novembro de 2017, o seu primeiro lançamento "Lost Between Self Expression and Self Destrucion" é editado com o selo Planalto Records.

 

Os primeiros concertos acontecem já em Dezembro:

8 de Dezembro - Teatro Aveirense (Festival Termómetro)

21 de Dezembro - Paredes de Coura (Escola do Rock)

Livro “Paluí” envolveu 500 crianças da Feira

Paluí – Viagem por histórias sonoras que a língua portuguesa conta” é o título do livro que será lançado dia 30 de novembro, às 21h30, na Biblioteca Municipal de Santa Maria da Feira. A obra, da autoria de Helena Caspurro e Pedro Carvalho de Almeida, é uma viagem pelos textos de mais de 500 crianças de escolas do concelho feirense, que participaram no projeto “Se queres saber o que é o Paluí… põe o teu dedo aqui!”, iniciado em 2014.

Paluí_Livro

Paluí” é um mundo fantástico de páginas desenhadas, escritas e contadas por centenas de crianças de nove agrupamentos de escolas de Santa Maria da Feira a partir da música do disco “Paluí”, de Helena Caspurro. São leituras para saborear e tocar todos os sentidos.

 

“Entre fragmentos descritivos e narrativos espreitam personagens, humanas e animais, esboçam-se histórias, rimam-se frases em poemas e cantilenas, fala-se brincando de coisas sérias e de coisas tolas, de sentimentos bons e maus ou assim-assim”, lê-se na nota prévia do livro. A sessão de lançamento de “Paluí” inclui um concerto, música, animação e outras surpresas. Será ainda inaugurada uma exposição/instalação com os materiais desenvolvidos pelas turmas envolvidas neste projeto, que servirá de cenário e mote inspirador da Hora do Conto que o núcleo pedagógico da Biblioteca Municipal vai dinamizar entre 4 e 7 de dezembro.