Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Glam Magazine

Glam Magazine

HAPPY NEO YEAR…

Ao longo de 2017 muitas foram as horas passadas no Hard Club ao som de alguns dos artistas de eleição do NEOPOP. Solomun, Boris Brejcha, Pan-Pot, Laurent Garnier ou Paco Osuna foram nomes que nos fizeram dançar manhã a dentro nas sessões Neopop Presents... ou Ask For More.

HAPPY NEO YEAR_Image

Nesta segunda casa do Festival de Viana, foi apresentada ainda a exposição The Art of Techno, em vésperas do Festival, após passagens por Lisboa e Barcelona e antes da sua última mostra pública em Viana do Castelo. Fazia todo o sentido que o derradeiro encontro de 2017 fosse no Hard Club, juntando uma série de nomes que tem vindo a acompanhar o NEOPOP ao longo do ano, como o Gusta-vo, Maurel & Fauvrelle, Ruuar, Serginho, Tiago Fragateiro, entre muitos mais, para passar a primeira noite do ano com aqueles que são mais próximos: os fãs Neopop.

 

31 de Dezembro no Hard Club (Porto) vai ser assim a programação

 

Sala 1

Gusta-vo | Maurel & Fauvrelle | Ruuar | Serginho | Tiago Fragateiro

 

Sala 2

Da Ni & Wailers | João Azevedo | Nørbak | RE:beat | Sepypes | SuM

"You Will Be Queen"… novo vídeo dos The Gift

The Gift terminam o ano de 2017, marcado pelo novo disco “ALTAR”, produzido por Brian Eno e misturado por Flood, com mais um single e vídeo: "You Will Be Queen".

Todos os vídeos de “ALTAR” têm incluído parcerias com realizadores e/ou equipas internacionais como foi o caso de "Clinic Hope", gravado em Brooklyn, Nova Iorque e realizado por Carleton Ranney e "Big Fish", gravado no Rio de Janeiro e produzido pela equipa do Studio Contra.

24910018_1756937307711830_2580092414427786424_n

No caso de "You Will Be Queen" a parceria vai um pouco mais longe uma vez que o vídeo foi construído, na sua totalidade, em conjunto pela banda The Gift e Niv Novak, um reconhecido fotógrafo australiano que explora a interseção da dança e da luz. O mais recente projeto de Niv Novak - "Extension" - pretende mostrar a dança em determinado momento no tempo como nunca antes foi feito. O resultado é a exploração da beleza das imagens, a extensão de uma festa visual de movimento que captura os movimentos de dança em ultra-slow motion em vídeos de alta definição.

"You Will Be Queen" é uma canção que também explora a beleza, que “canta um romance”, tal como a dança retratada por Niv Novak nas suas imagens de Chengwu Guo e Ako Kondo, principais bailarinos da Companhia Nacional de Bailado da Austrália - The Australian Ballet. Para Niv Novak, este convite não poderia fazer mais sentido, e comenta "Estou muito entusiasmado com esta colaboração com The Gift. As vozes suaves e a melodia arrebatadora de You Will Be Queen são tão graciosamente combinadas com os movimentos de dança e conceito de Extension." Para a banda, trata-se de uma colaboração que transmite precisamente aquilo que se pretendia com este tema: "delicadeza, classe e, ao mesmo tempo, fragilidade."

 

"You Will Be Queen" é lançado na semana em que os The Gift se encontram no Brasil para uma digressão até dia 8 de dezembro e antecipa o concerto de encerramento da "ALTAR TOUR 2017" em Madrid, Espanha, no próximo dia 12 de dezembro no Teatro Nuevo Apolo.

 

Dá também início a 2018 da melhor forma uma vez que a banda acaba de anunciar um concerto na emblemática sala Union Chapel, em Londres, no próximo dia 24 de fevereiro seguido de duas datas em Portugal no Coliseu do Porto no dia 2 de março e Coliseu dos Recreios, em Lisboa, no dia 3 de março.

Luísa Sobral… Discografia integral numa caixa especial

É editada esta sexta-feira uma caixa especial com toda a discografia de Luísa Sobral. Altura de fazer um balanço de umas das mais inspiradas carreiras nacionais. Para isso, há que descobrir ou redescobrir os quatro álbuns que editou e que fazem parte desta caixa: o platinado “The Cherry On My Cake” (2011), o álbum com que Luísa se estreou e que incluía os temas “Not There Yet”, “Xico” e “Clementine”.

luisa_2

Seguiu-se-lhe “There’s a Flower In My Bedroom” (2013), o disco de “Mom Says” e das participações de Jamie Cullum em “She Walked Down the Aisle”, de António Zambujo em “Inês” e de Mário Laginha em “The Last One”. Ao crivo do difícil segundo disco, Luísa Sobral responderia com mais qualidade e o disco conquistou o galardão de Ouro. Em “Lu-Pu-I-Sa-Pa” (2014), o disco que editou dedicado ao público infantil, Luísa assume o português em todas as canções e faz de temas como “João” ou “O Meu Cão” verdadeiros hinos entre os mais novos.

 

No ano passado, “Luísa” (2016) o seu quarto álbum de estúdio provou, mais uma vez, que estamos perante uma das mais brilhantes compositoras da sua geração. Prova disso, são os temas que dele foram extraídos, como “My Man”, “Cupido” ou “Alone”.

Performance THE LUNG em Setúbal

THE LUNG partiu de uma experiência de tornar a palavra íntima do corpo procurando olhar as suas funções primordiais e necessariamente dependentes: respiração e opostos, pulsação e dialética.

Através da repetição duas mulheres sujeitam a linguagem às leis orgânicas do corpo até fazê-la fundir-se neste, a linguagem transforma também o corpo e muito cedo é difícil dizer o que iniciou a palavra ou o movimento. Costas que falam, palavras que respiram.

15dez_Lung

Duas possíveis aberrações: a linguagem como função meramente orgânica, ou um corpo sem cabeça como ser falante.

Mais real ainda é a observação de uma terceira aberração: haver quase sempre para cada palavra um oposto seu e apenas entre estas uma possibilidade de vida.

 

Conceito/ Criação/ Perfomance: Lígia Soares e Rita Vilhena

Música: Rui Lima e Sérgio Martins

Produção (Portugal) Máquina Agradável

Produção (Holanda) Baila Louca Residência

 

Casa da Cultura (Setúbal)

15 de Dezembro 2017 |  22.00h

Dezembro no Damas….

A programação do Damas prossegue sem parar no mês de Dezembro. Neste segundo fim de semana prolongado do mês acontece já hoje, dia 7, a primeira edição da INTERA, naquele que é a primeira movimentação deste novo colectivo sediado em Lisboa. No dia 8, feriado, um concerto do duo de David Maranha e Pedro Sousa e finalizado com DJ set de Arrogance Arrogance. Sábado, 9 de Dezembro, acontece a apresentação de Velvet N' Goldmine de Aurora Pinho seguida do regresso aos pratos de DJ Al.

DAMAS_Dezembro

Destaque ainda para duas sessões muito especiais de música africana para crianças conduzidas pelo Mestre Braima Galissá, a terem lugar durante a tarde dos dias 10 e 17, naquela que é uma celebração da música no seu estado mais puro.

 

No dia 14, Rui P. Andrade do Colectivo Casa Amarela vem apresentar o seu último lançamento “All Lovers Go To Heaven”, e nesse mesmo dia, 16 de Dezembro, o regresso sempre pertinente da rapper Juana Na Rap, a estreia no palco do Damas de Putas Bêbadas em apresentação do disco “Orgulho de Ex-Buds” finalizando com DJ set de Black.

 

Este mês de Dezembro marca também o encerramento da celebração dos 10 anos de actividade da Associação Terapêutica do Ruído com concertos de dUASsEMIcOLCHEIASiNVERTIDAS e Cardíaco bem como um DJ set de unDJ MMMNNNRRRG e DJ Vaipes.

Sempre Além: Um Espetáculo em Torno de António Variações

Sempre além de quaisquer fronteiras ou classificações, este espetáculo performativo e multimedia pretende convocar um itinerário em torno do percurso pessoal e artístico de António Variações e do seu tempo através dos seus temas mais emblemáticos e dos momentos-chave da sua carreira, num registo que mais do que homenagear ou prestar tributo, revisita, relê e celebra a sua obra singular.

24862181_1734266996603872_6874606669163735384_n

Com apenas dois LP’s, editados em 1983 (Anjo da Guarda) e 1984 (Dar & Receber), António Variações tornou-se um ícone da música popular portuguesa, quer pelo cunho fulgurante do seu impacto, quer pelo rasto duradouro que deixou, manifesto em homenagens que têm contribuído para que a sua presença na cultura portuguesa não se tenha desvanecido, continuando, pelo contrário, a alimentar a imaginação tanto do público mais vasto quanto de artistas dos mais variados quadrantes.

 

Interpretação: Ricardo Seiça Salgado (voz), Raquel Ralha (voz), João “Jorri” Silva (teclas), Pedro Chau (baixo), Carlos Mendes (bateria), Miguel Padilha (teclas), Pedro Renato (teclas e guitarra), Sérgio Costa (teclas e guitarra), Sérgio Nascimento (bateria), Victor Torpedo (guitarra), Tracy Vandal (voz)

Participação especial: Luiz Ribeiro

Produção: Programa de Doutoramento em Materialidades da Literatura e Área de Estudos Artísticos (Faculdade de Letras da Universidade de Coimbra)

Apoio Centro de Literatura Portuguesa (Faculdade de Letras da Universidade de Coimbra), Teatro Académico de Gil Vicente

Concerto integrado no programa paralelo ao Colóquio Sobre António Variações

 

TAGV (Coimbra)

8 de Dezembro 2017

Genes cancela últimas datas de tour por motivos de saúde…

Em Março deste ano Genes foi diagnosticado com um tumor benigno localizado na zona do esófago, "controlado mas incomodativo!", confessou várias vezes em alguns concertos. Genes estava previsto tocar esta sexta-feira no festival Termómetro no Sabotage em Lisboa e dia 16 deste mês no Contemplarte em Braga.

a1156778851_10

Genes irá ser operado dia 12 deste mês depois da mesma operação ter sido adiada por 3 vezes como explicou mais adiante na mesma rede social. Também concluiu que sentiu algumas queixas depois do último concerto e que pode "ter abusado" em episódios posteriores ao concerto, mas acima de tudo que tem-se "portado, comido e dormido bem, feito a medicação e jogado fallout como terapia" e que não há motivo para preocupações.

"O Que Vai na Cabeça de um Guna"

Alexandre Santos, um dos comediantes mais vistos do Youtube, vai estar no dia 15 de dezembro na Comic Con Portugal 2017 para apresentar o seu livro "O Que Vai na Cabeça de um Guna".

23376393_1429332830497623_8703403904559478604_n

Sendo um dos comediantes mais vistos do Youtube e com mais de 340.000 seguidores e outros 240.500 no Facebook, Alexandre Santos é, de facto, um verdadeiro fenómeno das redes sociais que começa já a dar os primeiros passos na televisão com o programa “Pancas da Semana”, um programa de humor da sua autoria. Depois de alcançar o sucesso com “O Estrondo” ou “A Gunada”, chega ao +TVI numa série repleta de skeches, paródias, improvisos e personagens que lhe garantiram milhares de seguidores.

 

Guna: Jovem citadino, geralmente associado às camadas sociais mais desfavorecidas, de comportamento ruidoso, por vezes desrespeitoso, ameaçador ou mesmo violento, que é vaidoso, mas que tem gostos considerados vulgares.

Pedro Vicente… A “Espera” chega aos palcos

Depois da estreia nas plataformas digitais, “Espera” chega finalmente aos palcos! Num concerto que promete ser de emoções fortes, com muitas surpresas e convidados de luxo, Pedro Vicente apresenta ao vivo o seu primeiro álbum de originais, dia 21 de Dezembro no palco Lounge D do Casino Estoril. 

image004

Espera” revela-se um tradutor de emoções de que Pedro Vicente se serve para abrir ao mundo o seu coração. A diversidade cénica revelada nos 11 temas originais que integram o álbum, reflete a multiplicidade de vivências que o inspiram, tendo sempre o amor como fio condutor.

 

“O fim da “Espera” conduz ao começo de um novo caminho, com muitas histórias para cantar e afetos para musicar.”

Friendly Fires… dia 12 de Julho no NOS Alive'18

O primeiro dia do NOS Alive’18 vai contar com mais um nome no cartaz. Os Friendly Fires acabam de confirmar presença no Passeio Marítimo de Algés dia 12 de julho. A banda sobe ao Palco Sagres, onde atuam igualmente os Wolf Alice.

42445d0f-86f8-42a2-8853-ecf5dc97d955

Depois do estrondoso sucesso do álbum de estreia, homónimo, em 2008, a banda britânica editou o segundo registo de originais “Pala”, em 2011, que rapidamente escalou as tabelas e conquistou as melhores críticas da especialidade.

 

Mas as boas notícias não ficam apenas pela presença da banda no NOS Alive’18, pois o tão aguardado regresso dos Friendly Fires aos discos parece estar prometido. A banda já começou a revelar pequenos teasers de novas músicas e os rumores apontam para que o terceiro álbum de originais seja editado nos próximos meses.